quinta-feira, 3 de junho de 2010

LUXAÇÃO DE PATELA CANINA



Como se não bastassem todas aquelas doenças que acabam por gerar preocupação e uma quantidade considerável de vacinas, pequenas coisas que podem nos passar despercebidos estão afetando a saúde dos nossos cães.

Como um bom cachorreiro não consegue ver a vida feliz sem pelos, latidos e confusões pela casa, esta aqui que vos escreve já está com dois filhotes em casa.

Reparei que a mais velha começou a mancar, levemente, embora não pare um minuto e não recuse as brincadeiras de pegar bola. Mas de repente se recusava vez ou outra de subir as escadas e ficava chorando até que eu a pegasse no colo.

O resultado acabou num diagnóstico de luxação da patela. Mas o que vem a ser isso?

A melhor forma de detectar é uma apalpação pelo veterinário e uma radiografia que ajuda a fechar o diagnóstico.

A patela é um osso mais conhecido como rótula. Uma fenda na cabeça do fêmur permite que a patela deslize de cima para baixo quando a articulação se flexiona. Desta forma a rótula guia a ação do músculo do quadriceps na parte inferior da perna. A rótula também protege a articulação do joelho.

Essa luxação ocorre por causa de malformações (que é o caso minha, congênito) ou devido a traumas, e a fenda da cabeça do fêmur que acondiciona a patela não é suficientemente proeminente e a fenda através da qual a patela se move fica muito rasa e assim a patela acaba 'pulando para fora' do local correto, indo normalmente na direção interna da perna. É isso que causa aquele espécie de 'travamento' da perna (luxação da patela) que leva o cão a puxar a pata, e algumas vezes não apoioando-a no chão.

É comum que esse despercebido pois após o deslocamento a patela pode voltar para o lugar e o cão volta a andar normalmente. O problema pode se agravar se a mesma rotacionar e em casos extremos pode levar a uma lesão permanente das patas.

Em caso de luxação nas duas patas traseiras, o cão pode ficar impedido de se locomover, passando a se arrastar e causando uma dor constante ou mesmo manco se a ocorrência for em uma única pata.

É muito comum em pequenas raças como Lhasa Apso, Pequinês, Yorkshire, Pomerania, Poodle e em cães de meia idade. Ironicamente a minha tem apenas 8 meses e pesa 1.800kg, então deve-se estar atento a qualquer sinal, mesmo que simples, de dor ou retirada constante de uma das patas do chão ao caminhar.
Uma outra curiosidade é que encontrei um artigo de pesquisa que diz que as femeas são mais acometidas por esse problema.

A proposta de tratamento, pelo menos no caso da minha pequena é cirúrgica, aprofundando a base do fêmur para conter melhor a rotula, evitando assim que ela fique se deslocando.

A recuperação pelo que procurei saber, leva cerca de 30 dias. Mais um probleminha pra administrar pois aqui em casa tem uma filhote de Maltes que mais parece uma "Quarterback" - uma espécie de zagueiro de futebol americano - que com o dobro do peso da pequena parte pra cima dela detonando em todas as brincadeiras.

Os próximos capítulos dessa novela eu conto após a cirurgia que estou criando coragem para fazer. Qualquer outra informação, agradeço aos meus amigos cachorreiros. Afinal de contas, esse é um espaço para troca de idéias.

Um feriado maravilhoso para todos.


74 comentários:

  1. Animais com problemas de locomoção podem ser muito ajudados com o uso de escadas e rampas.
    Em www.petescadas.com.br aparece uma série de modelos para uso em animais obesos, idosos, em processo de tratamento da dor, pós operatório, feridos, acidentados, etc

    grato
    petescadas

    ResponderExcluir
  2. Olá, Lizi,
    Eu acabei de ver o seu comentário, após algumas buscas sobre o assunto "deslocamento de rótula". Faz uma semana que meu pinscher deslocou a rótula. Está mancando... Sentiu muita dor. A veterinária, após RX, disse que terá que fazer cirurgia, seguida de fisioterapia. Disse tb que se trata de uma cirurgia simples, com recuperação simples tb. Que não é necessário utilizar tala na perninha dele. Queria saber se vc teve coragem em fazer a cirurgia e se fez, como foi após... vc poderia me responder em meu email? erikatanaka@hotmail.com . Obrigada!! bj Erika

    ResponderExcluir
  3. Ola Érika,

    na verdade eu não fiz a cirurgia e algum tempo após o primeiro cio tudo voltou ao normal. O problema apareceu antes dela completar 6 (seis) meses. Ela já fez 01 ano e 4 meses e está ótima. Sobe em todos os lugares, corre, brinca e não tem nenhum problema mais. O próprio veterinário não soube explicar.
    Qual a idade do seu pincher? Convem observar e aguardar, porque toda cirurgia, por mais simples que seja sempre envolve riscos.

    Grande abraço

    ResponderExcluir
  4. OLA, ESTOU PASSANDO PELO MESMO PROBLEMA DA MINHA PINCHER COM APENAS 6 MESES, E UMA LOUCURA POIS TENHO QUE ESPERAR EL COMPLETAR UM ANO. ELA NÃO PARA QUIETA E PODE FICAR PIOR.ALGUEM ME DA UMA IDEIA.OBRIGADA.NIKITA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. isso não é tão simples não so cirurgia pode resolver tenho Lhasa Apso de 5 anos que caiu de uma janela +- 5 mts e rompeu o ligamento cruzado dos dois joelhos traseiros ficou 20 dias so se arrastando foi que resolvi fazer a cirurgia a 4 dias foi aperado e a recuperação me surpreendeu muito ele ja esta fazendo xixi sozinho e ja coloca as dua patas no chão to muito feliz c/ o resultado ..

      Excluir
  5. Ola Nikita, como confirmei, eu apenas esperei que ela ficasse mais adulta e o problema simplesmente desapareceu. Estava até me preparando pra faze a cirurgia que não foi necessária. Os sintomas não apareceram mais e ela está ótima.
    Quanto a não ficar quieta é característica dos filhotes, pincher então é muito ativo.
    Mas pode ter certeza que se estivesse insuportável ela mesmo ficaria quieta.
    Não seja preciptada e aguarde ela fica maior.
    A minha foi cerca de 2 meses após o primeiro cio.
    Abs e fica com Deus.

    ResponderExcluir
  6. Oi tenho uma cadelinha o nome dela é sufhia , o mes passado ela foi atropela e fico mancando levei no veterinario fez raio x e deu que ela tava com luxação de patela ela receito alguns remedios e muito repouso, só que a sufhia ´não para quieta e ja faz 30 dias e ela não melhora, vc acha que isso cura sozinho ?

    ResponderExcluir
  7. Ola... embora seja quase impossível, o repouso no caso dela é fundamental para que ela melhore. Os casos de luxação de patela abordados neste artigo são congenitos, isto é, muitas vezes específicos de uma determinada raça. O que vc pode fazer é tentar faze-la fica o mais tempo possivel imobilizada e realizar o devido acompanhamento veterinário para saber como a lesão está se comportando.

    abs

    ResponderExcluir
  8. Eu também tenho uma cadelinha (SRD) que teve luxação na Patela, primeiro em uma perna. Os veterinários disseram para esperar para ver se normalizava sozinho. Mas ficou pior e a outra perna também luxou. Não teve outro jeito, tive que fazer a cirurgia. Há vários casos e no caso dela não foi uma cirurgia simples não. Hoje em dia a maioria dos veterinários está optando por colocar um parafuso para que a operação seja mais definitiva. O pior é o pós operatório, que leva 30 dias. É difícil manter um cão de 1 ano sem correr e sem pular... Mas parece que está dando certo, ela já anda com a perna reta. Depois talvez terá que operar a outra...

    ResponderExcluir
  9. Olha gente, a cirurgia é simples,mas o pós operatório é 'BARRA' eles sentem muita dor,eu não consegui dormir tendo que acariciá-lo a noite toda para que ficasse tranquilo, mesmo dando analgésico, ele sofreu muito no primeiro dia após a cirurgia, o meu foi operado de necrose na cabeça do fêmur, e hoje ele está saudável e feliz.

    ResponderExcluir
  10. Quero parabenizar primeiro pelo otimo blog e segundo, se poderia ajudar com o meu caso...
    Dra.Lizi,
    tudo bem??
    Levei meu cachorro( um maltês) de 1 ano e 6 meses, há 2 semanas ele teve um pequeno trauma que iniciou uma luxacao de patela na pata direita e fui ha 3 veterinarios em quem todos me disseram o mesmo diagnostico: luxação de patela grau 2 para 3 na pata direita, e assim veio o laudo radiografico:
    -luxacao medial de patelas, mais acentuada a direita.
    - articulacoes coxo-femorais congruentes, sem sinais de alteracoes osteoatrosicas.

    voltando, ele antes puxava bastante a patinha, mas agora ele esta bem melhor, e poucas vezes puxa a patinha. estou dando condroton ha 2 dias.
    e agora vem a minha duvida:
    - 2 dos 3 veterinarios indicaram a cirurgia, e 1 preferiu dar o condroton por 60 dias, e agora? depois de ler que caso nao feito o tratamento correto no inicio, posteriormente pode levar a uma artrite e prognostico nao tao bom...
    eu optei por fazer o condroton por 60 dias e se o meu cachorro continuar puxando a patinha eu o levo para a cirurgia... o que a senhora acha melhor??
    devo esperar esses 60 dias? mando pra cirutgia logo para evitar uma possivel piora com consquencias irreversiveis no futuro??
    Agradeco desde já,
    Livia

    ResponderExcluir
  11. Luciana Cristino De souza3 de setembro de 2011 08:00

    Lívia, seu caso teria de ser avaliado no consultório.
    O diagnóstico de luxação de patela não precisa de RX,é feito no exame físico mesmo, mas fazemos para avaliar a Tíbia e ver se há rotação desse osso(o que seria um grau já bastante avançado da doença). A tíbia equivale a canela, vamos assim dizer. Quando há rotação da tíbia a técnica cirúrgica é um pouco mais complicada, e requer um ortopedista de muita experiência!!
    O tratamento da luxação de patela é cirúrgico e o Condroton é somente um paliativo, com o tempo o animalzinho vai sentindo cada vez mais dores e por retirar constantemente o membro do chão, a musculatura daquela pata, vai ficando comprometida, atrofiando-se.
    O ideal é que vc procure um especialista em ortopedia e fazer o tratamento que repetindo é cirurgico.
    Atenciosamente.
    Luciana Cristino de Souza
    Médica Veterinária CRMV 6523

    ResponderExcluir
  12. Oi Dra. Lizi! Tenho uma llhasa de 7 meses que nos últimos 15 dias começou a tirar a patinha traseira (do lado direito) do chão apenas qndo corria. Levei p a veterinária q no exame manual detectou luxação de patela. Fui orientada a dar meio comprimido de condromax por dia durante 60 dias e fazer pequenas caminhadas com ela em chão já que minha casa é toda de um piso muito liso.Perguntei se haveria algum exame para ser feito que confirmasse o diagnóstico, mas a veterinária me disse que por "Maria" ser muito novinha, o problema n poderia ser visualizado. Percebi que minha filhinha escorrega ao tentar subir a escada que dá acesso o minha casa e tenho evitado que ela faça esse esforço. Mas o quadro dela está se agravando muito rápido. Ela já manca o tempo todo, n consegue ficar sentada e tem dificuldade para se levantar. Voltei ao consultório da veterinária preocupada em estar perdendo tempo de fazer alguma coisa para reverter essa situação mas ela repetiu que n vale a pena fazer um raio-x e que por enquanto n podemos fazer nada além de esperar. Confio na veterinária que já cuida de outras duas llhasa que tenho há um ano mas não consigo me conformar em assistir Maria perder a capacidade de locomoção sem batalhar por uma solução.Quero tentar tudo que estiver ao meu alcance!!! Por favor me ajude!!!
    Já te agradeço por esse espaço e pelo carinho em orientar "pais" que estão em busca do melhor para seus pequenos!! Que "DEUS" te abençoe e ilumine seus caminhos sempre!!!

    ResponderExcluir
  13. Olá Liliane, obrigada por visitar nosso blog. Em primeiro lugar não sou médica veterinária. Criei esse blog pra tentar ajudar as pessoas, num momento de forte dor pela perda da minha pequena Mel. Minha York apresentou esse problema quando tinha quase 6 meses de idade, e foi diagnosticado luxação de patela. Tomei os cuidados para que ela não se esforçasse muito e ela simplesmente parou de mancar pouco tempo depois.
    Mas também já tive uma pincher que teve que ser operada. Se você confia plenamente na sua veterinária, deve seguir as suas orientações pois é um tipo de patologia que requer exames clínicos e radiografias e cada caso é diferente do outro. O crescimento no caso da minha Duda, colocou todo no lugar. É recomendado aguardar ela ficar mais adulta, mas, se já estiver em um grau avançado, a cirurgia pode evitar que se agrave e deixe de ser uma intervenção cirúrgica simples. Portanto, meu melhor conselho é que siga a orientação do seu veterinário.
    Minha veterinária de confiança postou logo acima de sua mensagem algumas recomendações.
    Estamos por aqui para o que precisar. Grande abraço e obrigada.

    ResponderExcluir
  14. Olá, Tenho uma bernese de 4meses e acho que ela está com esse problema , pois está mancando e apalpando as 2 paletas dá para notar sem muito esforço que paleta traseira esquerda está com o osso bem saltado na parte interna da paleta , levei-a ao veterinário e no raio x não deu nada porém me disse que para ter certeza mesmo irá ter que tirar raio x com ela sedada pois com o animal acordado é muito dificil. Ele receitou antiflamatorio e agora vou retornar para avaliação apesar de que 8 dias tomando o remédio não senti melhoras. Meu veterinário cogitou em uma possível cirgurgia , mais com o seu relato Lizi , minha esperança aumentou em dizer que seu animal voltou ao normal depois de uma tempo. Vou voltar ao veterinário e depois falo o que irei fazer , mais gostaria de uma opinião sua e da Dra. Luciana será que essa espera pode ser uma regra antes da cirurgia?
    Pois a minha bernese pula corre , como se não tivesse nada , mais ela ainda manca um pouco qdo anda. Apesar de amar minha cachorra e fazer de tudo para que ela melhore tenho muita pena se tiver que fazer esse procedimento sem necessidade.

    ResponderExcluir
  15. Olá... relmente seu cão é muito novinho. A minha, como contei, logo depois do primeiro cio melhorou e está uma beleza. Já fez dois anos e nunca mais mancou. Agora cada caso é diferente. Eu como sou medrosa com cirurgia resolvi esperar e deu certo.
    Já enviei a mensagem para a Dra. Luciana nos ajudar.
    Grande abraço

    ResponderExcluir
  16. Olha, Luxação de Patela é uma patologia que significa, a saída da patela do lugar e sua posterior volta, com o tempo isso vai se agravando, ela sai do lugar e demora a voltar, daí as dores aumentarem.
    Não existe Anti-inflamatório que cure a Luxação de patela, nem tem relação com a idade do animal.
    Não acompanhei o caso da cadela da Lizi, para saber se o diagnóstico era realmente de Luxação de Patela, pois não há remédio que fixe a Patela no lugar, nem o crescimento do osso que o faça, pois há um desgaste do sulco(o local onde ela se encaixa) que abriga a Patela e o osso crescendo não melhora esse desgaste doete sulco. Também não há relação com o cio.
    Como cada caso é um caso, algumas cadelas, sofrem do problema sem muitas complicações e costumam ficar anos no grau 1, a Patela quase não se desloca, e o cão claudica(manca) muito raramente. Há donos que nem percebem e o veterinário faz o diagnóstico, quando vão fazer uma consulta, por ex, de pele e olhamos todo o animalzinho, colocamos a mão na Patela e ela se desloca. Pode ser este o caso da cadelinha da Lizi, mas foi minha sócia quem a olhou, depois comentarei com ela e posto pra vcs aqui.
    No caso do Bernese, é um animal de grande porte, e estes tendem a agravar mais o problema, pelo excesso do peso, a medida que vão crescendo, a articulação do joelho é mais exigida!!
    Voltando a dizer, cada organismo é cada um e desde que vc tenha um veterinário que seja bom na área de ortopedia, siga a orientação dele, mas o tratamento se for realmente Luxação de Patela, mais cedo ou mais tarde, terá de ser operada.
    Mais uma vez, esclareço, que o RX, só nos serve para saber se a Tíbia(canela), está rotacionada e não p/ o diagnóstico!!!! Existem ótimos ortopedistas veterinários, caso esteja interessada, posso indicá-la. Boa sorte com sua cadelinha.
    Luciana Cristino de Souza
    Médica Veterinária
    CRMV-MG 6523

    ResponderExcluir
  17. Primeiramente me desculpe esqueci de colocar meu nome , José Roberto. Estive hoje no veterinário pois com anti inflamatorio realemente não resolveu e ela continua mancando e agora até evita um pouco de colocar a pata no chão, levarei ela na segunda feira para tirar outro raio x com ela sedada , pois o veterinário disse que terá condições melhores para examiná-la e ele realmente acha que pode ser a luxação. Como se dá o diagnostico e tem como colocar no lugar sem a necessidade da cirurgia ? Muio obrigado pelas informações Dra, agradeço desde já a atenção e parabéns pelo blog Lizi. Assim que tiver mais informações estarei postando.

    ResponderExcluir
  18. José Roberto,
    Eu entendi que o diagnóstico já tinha sido feito e era de Luxação de Patela, mas pelo visto, seu veterinário ainda está investigando, para ter certeza.
    O diagnóstico é feito através do exame clínico mesmo, basta nós, profissionais, colocarmos a mão na articulação do joelho e movimentá-la, se a Patela sair do lugar está feito o diagnóstico, é simples assim!!
    Quanto a fixar a patela, realmente só através de cirurgia, infelizmente, mas quando a doença está no início, essa cirurgia é fácil de ser feita!!
    Seu veterinário, com certeza explicará tudinho p/ vc!!
    Atenciosamente, Luciana cristino de Souza
    Médica Veterinária- CRMV-MG- 6523

    ResponderExcluir
  19. Bom dia Luciana!!
    Acabei de voltar da clinica veterinária o meu veterinário fez o raio x com ela sedada e fez o exame clinico e constatou que não é luxação de patela e sim o rompimento dos ligamentos.Ele até me fez mexer na perna dela e realmente as 2 partes se movem parecendo que falta alguma coisa , do contrario da outra perna que não mexe. Nesse exato momento ela está em cirurgia tomara que corra tudo bem.

    ResponderExcluir
  20. bom dia luciana!

    tenho uma rottweiler de 10 meses e com 8 começou a mancar da pata esquerda e logo depois a direita, porém a esquerda ficou boa, levei ao veterinario e indicou um raio x, que constatou que estava tudo normal,porém ela estava sofrendo de dor de crescimento, ela entrou no 1 cio mes passado e o medico falou que com tempo ela ficaraia boa,mas ta demorando e não vejo melhoras , vc conhece algum caso parecido?

    ResponderExcluir
  21. Ei José Roberto, desejo uma ótima recuperação p/ sua cadelinha!! depois nos conte como ela está.
    Grande abraço, Luciana
    Luciana Cristino de Souza
    CRMV-MG 6523

    ResponderExcluir
  22. Boa Tarde Neto!!
    Nunca peguei um caso assim não!! volte lá no seu Veterinário e fale que ela está c/ dores e o problema não se resolveu!! o que não pode é ela ficar sofrendo!!
    Eu nunca atendei um cachorro que foi diagnosticado "dor de crescimento".
    Abraços!
    Luciana cristino de Souza
    CRMV-MG 6523

    ResponderExcluir
  23. Boa tarde Luciana.... Acabei d receber o diagnóstico q minha cachorrinha está c/ luxação de patela. Fez o exame físico e já constatou o problema. Tb me disse q o caso é so cirurgico e q nao existe remedio p/ isso. Fiquei triste claro por saber q ela tem isso, pois acabou d completar 10 meses e tem 2.900kg. Ela é uma poodle champ. de porte pqno, mto linda e sapeca. O q gostaria d saber se eles sentem dor sempre. A Mery em 15 dias sentiu 3 vz a patinha trazeira e a Dra disse q tem na outra tb. Apavorei pq fico c/ peninha dels por nao saberem contar a dor q sentem. Poderia por gentileza me falar sobre isso, e se ela pode conviver c/ esse problema sem fazer cirurgia. Não tenho mtas condiçoes financeiras e aqui na minha cidade nao custa mto barato não. Obrigada pela gentileza e um abraço a todos. Há, adorei o blog. Bjos

    ResponderExcluir
  24. Olá Rejane, boa tarde!!
    Os cães com problema de Luxação de Patela, sentem dor somente quando a Patela sai da articulação, normalmente eles demonstram retirando a patinha do chão.
    No seu relato, a Mery, sentiu dor 3 vezes somente, porque não é uma dor persistente. No entanto, vai depender muito do grau da Luxação, se tiver no grau 1, onde quase não tiram a pata do chão vão sentir pouca dor, já um grau avançado sente mais dores porque a Patela constantemente sai do lugar, ou seja, a intensidade da dor varia de acordo com o grau de Luxação.
    Existem anti-inflamatórios que amenizam a dor, mas não podem ser dados frequentemente e realmente o tratamento é cirúrgico e só.
    Você deve avaliar com qual frequência ela esta tirando a patinha do chão e conversar com sua Veterinária, seja sincera com ela e diga que sua situação financeira não é a que vc deseja juntas, vocês tomam a decisão até quando esperar(isso depende muito da observação do dono também) e com esse tempo vc vai juntando um dinheiro e peça ela pra dividir a cirurgia pra vc.
    Boa sorte com a Mery e desejo melhoras!!
    Abraços, Luciana Cristino de Souza
    Médica Veterinária- CRMV 6523 MG

    ResponderExcluir
  25. 0i tenho uma york a nina de 3anos diagnosticada hoje com luxação de patela e procedimento cirurgico pra fevereiro pois ela esta com 4 kilos tem que fazer regime isso vai ser horrivel de fazer pois a bichinha e gulosa. minha duvida e o pos cirurgico se sentem muita dor,mas talvez se deixar e pior sera?

    ResponderExcluir
  26. Olá Carmen,
    O pós operatório requer restrição a exercício mantendo-a em espaço restrito, o máximo de repouso que puder ser feito!!
    Normalmente se recuperam bem e hj em dia, existem ótimos remédios analgésicos. Boa sorte na cirurgia!!
    Feliz natal e ótimo Ano novo!!
    Luciana Cristino de souza
    Médica veterinária CRMV-MG 6523

    ResponderExcluir
  27. feliz ano novo luciana

    levei em outro veterinario e foi diagnosticado osteocondrite dissecante da cabeça umeral direita e vai ter que ser operada, a dor de crescimento quase aleijou minha cadela, obrigado pela sugestão de voltar ao veterinario só que eu voltei em outro.neto

    ResponderExcluir
  28. Tenho uma Pinscher que se chama Emy,ontem ela foi pular do sofá e deslocou a patela,levei -a no veterinario ele tentou mobiliza-la com gesso ,mas nada feito ,ela mechia muito e não deu certo...
    Então foi imobilizado com um ferro que ñ sei o nome e gasse.
    Emy ñ consegue andar e está tomando um antiflamatorio.
    Estou nervosa se não melhorar vai ter que fazer a cirurgia.bjão.

    ResponderExcluir
  29. oLá tenho um cachorrinha srd e que esta com luxação na patela nas dua patas a da esquerda
    com mais gravidade só que ela tem apenas meses e a vet me falou que era para esperar pois as vezes o animal,
    tem a luxação e nem precisa ser operado mas pelo que estou vendo só esta piorando não sei o que faço pois ela não para ,
    tenho outros cães e eles brincam e ela brinca muito com a gata não sei se já é hra de procurar um ortpedista?e a recuperação é muito dificil? tenho muito medo nesse ano que passou perdi dois cães e estou com medo eu só quero q ela fique boa muito obrigado. ana flávia

    ResponderExcluir
  30. Tenho uma York, e hoje percebi que ela estava puxando a patinha traseira esquerda, estranhei, e a levei ao veterinário, o qual confirmou a luxação da patela. O grau dela é I, ele indicou um antibiótico apenas, não será necessária a cirurgia por enquanto! Disse que se possível era para mante-la em repouso, mas como? Ela é uma espuletinha. Estou bastante preocupada, pois nunca tinha ouvido falar sobre este probleminha em cachorros!

    ResponderExcluir
  31. Bom dia Luciana , Sou o José Roberto da BERNESE lembra? Estou muito preocupada com minha cachorrinha como falei anteriormente ela teve rompimento dos ligamentos do joelho. Foi feita a cirurgia e segundo o veterinário ele amarrou com fio de naylon, a recuperação dela estava indo bem já apoiando a perninha no chão e caminhando devagar , qdo de um dia para o outro não colocava mais a pata no chão e chorava de dor ( + ou - 1 mes da cirurgia) Levei-a novamente ao veterinário, sedou e constatou que havia rompido novamente. Refez a cirugia mais dessa vez disse que usou outra técnica (não me lembro o nome) e que colocou fio de aço e 2 parafusos de platina. Foi igual da primeira vez começou a colocar a pata no chão e de uma hora pra outra não coloca mais . Estou muito preocupado pois não sei se é o veterinário que não tem experiência em ortopedia ou é meus cuidados na recuperação. Assim que ela volta da cirurgia eu a deixo no canil (45m2) e só solto a noite para ficar no quintal, por se tratar de um filhote hoje com 7 meses ela é muito brincalhona e não sei ela mesma se machuca ou é a cirurgia que está sendo mal feita.
    Gostaria que me indicasse um ortopedista bamba nesssa area que fosse aqui do estado de são paulo , tive 2 uma de um professor de BOTUCATU/SP e outro de LENÇOIS PAULISTA/SP, MEU EMAIL É santidor@uol.com.br Obrigado

    ResponderExcluir
  32. Bom dia, tenho um pinscher de 7 meses e segunda feira ele brincando com o outro pinscher pulou para subir no sofá e caiu sob a pata traseira e gritou de dor, até então não esta colocando a pata no chão o veterinario me disse que pode ser o ligamento cruzado, receitou remedio para tirar a dor e passar pomada de cataflan no local e pediu para observar se em alguns dia ele ficar normal, tudo bem se não tenho que levar p tirar um raio x e pode ser caso de cirurgia, estou muito triste pois foi um tambo muito bobo, ele é muito pequenino, pesa apenas 1k, e é muito ligado a mim, dorme comigo me defende eu o amo. Estou triste o que devo fazer??

    ResponderExcluir
  33. BOA TARDE, DONO DA PINSCHER , A MINHA BERNESE COMEÇOU ASSIM TAMBÉM , COMEÇOU A MANCAR E DEPOIS NÃO COLOCAVA MAIS A PATA NO CHÃO FEZ O RAIO X E O EXAME CLINICO E CONSTATOU QUE ERA ROMPIMENTO DO LIGAMENTO. SÓ TE DOU UM CONSELHO AMIGO PROCURE O MELHOR ESPECIALISTA DA REGIÃO OU DO SEU ESTADO NESSA HORA PARA NÃO TER PROBLEMA NO QUAL EU TIVE , A MINHA JÁ PASSOU PELA 3 CIRURGIA HOJE E SEGUNDO ESSE ULTIMO VETERINÁRIO (ESPECIALISTA)NÃO TINHA NECESSIDADE DE PASSAR POR ISSO. ABRAÇO JOSÉ ROBERTO

    ResponderExcluir
  34. Bom dia José Roberto, muito obrigada pela dica. Mas é o seguinte ele caiu e bateu a pata traseira, agora o veterinario disse para dar remedio para tirar a dor e passar pomada de cataflan e observar por uma semana, já se passaram 4 dias do acontecido. Ele esta da seguinte forma, corre por todo o quintal dentro de casa junto com o outro, de vez enqdo ele levanta a pata, será que ouve mesmo o rompimento, mas por via das duvidas vou levar para tirar um raio x. Grata pela sua atenção. Meu nome é Elaine ok. O nome do meu pinscher é Theodoro, tenho tbém o Frederico e a Yasmim, todos pinscher. Sou apaixomnada por cachorros ahhh tenho tbém uma Rot (Dara) e uma dogue alemão (Laika), nunca tiver esse tipo de problema e agora justo com o Theo, o mais dengonso da turma, vou tirar o raio x depois te conto, ok abraços.

    ResponderExcluir
  35. Olá,tenho um york, seu nome é Scott, ele tem 3 anos e 4 meses. Ele não tem levantado a perninha para fazer xixi, muito triste e apatico. Levamos ao veterinário, tirou um RX e no laudo informa: discreta opacificação de articulação de coxofemoral esquerda; desvio medial da patela em relaçã ao côndilo femoral esquerdo - luxação de patela?.Lizi estamos inseguros e aflitos, não queremos expor o Scott a uma cirurgia desnecessária e sofrida. Nos auxilie por favor.

    ResponderExcluir
  36. Olá, meu nome é Cristiano. Adotei uma border collie com 3 anos. Percebi que ela mancava da pata traseira esquerda e levei ao Veterinario que constatou o deslocamento das patelas. Fizemos a cirurgia nas 2 patas no dia 26 de janeiro. A recuperação estava indo bem, mas por alguma razão desconhecida, ela voltou a apresentar sérios problemas na pata traseira esquerda. Então a cirurgia teve que ser refeita. O pos operatorio é bem complicado, ainda mais com uma cachorra de 21kg. Ela sente muita dor, mesmo com doses de tramadol. Recomendo muita paciência e disponibilidade de tempo nesse período. Os 3 primeiros dias são os mais difíceis, depois a situação vai se acertando, quando o cachorro começa a se movimentar sozinho para fazer as necessidades. A cirurgia precisa ser feita de qualquer forma nestes casos, pois caso contrario, o grau de desvio da patela aumenta, a ponto da cirurgia nao ser totalmente eficaz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, você sabe me dizer se depois de 10 dias ele já consegue fazer suas necessidades sozinho ? Ele mesmo depois desse período continua com muita dor ? E fisioterapia, você teve que fazer ?
      Muito Obrigado pela ajuda.

      Excluir
  37. ola, gente estou muito nervosa e com muito medo depois de ler estes depoimentos ,minha cadelinha de 7 meses yok de uma hora para outra ,estava correndo pela casa e comecou chorar depois disso so anda com uma das ptinhas no ar ,aparente nao tem nada mesmo apalpando ela nao parece sentir dor mas ja faz 3 dias e continua andando com patinha no ar!!a vet onde eles tomam banho disse que clinicmente ela nao viu nada e passou meloxivet..meu deus sera que ela tem que fazer cirurgia ..acabo de perder uma york de 7 anos quse morri junto de tanta dor ,meu marido comprou esta identica de aparencia e estava quase superando ,logico a saudades nunca passra ,apesar de 6 caes que sao minha vida ( 3 pinscher,um york macho uma zitz+ a yorkinha rany que esta com este problema ,gente sera que devo leva_em um vet ortopedista ,a veterinaria da clinica do pet teria visto dse fosse rompimento? ou lesao na patela ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii, meu York tem 2 aninhos e começou a mancar tbm...como sou mto atenta a td q se refere a ele, levei ao veterinário, e foi diagnosticado o problema na patela e ele tera de fazer uma cirurgia. Mas o veterinario disse que após isso, ele fica perfeito, só a recuperação que é chata que ele tem q ficar de repouso maximo por 15 dias. Mas eu vou ficar com ele o tempo todo. Talvez ele precise da cirurgia na outra patinha, mas pode ser q não. Como ter um cãozinho não é uma necessidade, foi uma escolha minha, eu cuido como cuidaria de um filho. Meu filhotinho fará a cirurgia terça feira que vem e eu vou dar todo carinho do mundo p ele. Meu coração ta apertado mas é para o bem dele, para ele ser mais feliz. O meu, não sentia dor aparente, só as vzs ficava com a patinha no ar, o veterinario apalpou e não viu nada. Mas como voltou mancar( mto pouco), retornei a veterinario especializado em ortopedia e elefará a cirurgia. Retorne a um veterinario, que com certeza ele ira diagnosticar o probleminha na patela.Boa sorte, e cuide bem da sua bebezinha... Caso queira entrar em contato cmg, deixe seu e-mail. E reza pro meu bebê viu. Bjos

      Excluir
    2. Desejo de coração que tudo dê certo para o seu filhinho, com certeza dará...minha bebê tbm fará a cirurgia e meu coração está apertado tbm, vou fazer daqui uns 20 dias quando estarei de férias, para poder dar todo meu amor, e atenção a ela...Fica dom Deus...bjs

      Excluir
  38. Olá, eu tenho uma poodle toy de 5 anos e de uns 15 dias pra ca ela tem sentido dor, que eu pensei ser abdominal. Dava um dia, ela ficava tristinha e deitada...no mesmo dia ela melhorava...aí foi assim umas tres vezes...no periodo de 15 dias, e no ultimo fim de semana ela teve essa dor por dois dias seguidos. Arrumei um tempo e levei-a ao veterinário, que diagnosticou como luxação da patela, e recomendou fazer cirurgia...ele me mostrou e realmente ela sai facil e toda hora do lugar, e ela sente muita dor. To morrendo de medo de fazer a cirurgia, mas se for para a Jolie parar de sentir dor e voltar a ser a cadelinha brincalhona e agitada que sempre foi...eu terei força para dar a ela todo meu apoio...

    ResponderExcluir
  39. Boa noite Daniele. A maioria dos problemas de luxação de patela se resolvem cirurgicamente e no futuro pode piorar ainda mais. Se o veterinário é de sua confiança e competente para esse tipo de cirurgia não exite em fazê-lo. Já tive uma que precisou operar e ficou ótima. Grande abraço e boa sorte. Mande notícias.

    ResponderExcluir
  40. Olá, Meu nome é Alexandre Piva e tenho uma grande dúvida e gostaria de uma ajuda para saná-las...
    Tenho um york de 13 anos e já a alguns anos tenho notado que ele anda meio de lado, só que mesmo levando à veterinária de minha extrema confiança (o marido dela é ortopedista veterinário tb) eles nunca notaram nenhum problema. Notei que a alguns meses ele tem tropeçado pra subir escadas e continua andando de lado...e fico na dúvida se as vezes ele manca um pouquinho ou é a posição que ele anda 9de ladinho)e uma unica vez ele travou e gritou bastante estava deitado e nào conseguiu levantar...só depois que eu o auxiliei e ele começou a se movimentar voltou ao normal. Ele nunca ficou com a patinha levantada, corre pula anda pra todo lado normalmente..No sábado fiz um checkup nele e constatou-se o seguinte:"importante deslocamento medial das patelas em relação ao sulco troclear femoral, bilateralmente (Luxação Patelar Medial),
    - rotação medial da tuberosidade tibial bilateral"
    Ainda não levei as imagens pra minha veterinária, ela só viu o laudo, mas já me disse que normalmente seria o caso de cirurgia, mas ele já deve ter nascido com isso e isso não atrapalha de forma acentuada a vida dele (ela o conhece e o acompanha desde que nasceu) e me disse que não aconselha a cirurgia primeiro porque ele á é idoso, porque o pós operatório é bem chato e pode ser que não resolva..me orientou a dar o condromax meio comprimido ao dia pra reconstituir a cartilagem de forma geral de todas as articulações...e lendo várias informações à respeito fiquei na dúvida se a cirurgia realmente não é necessária..a minha veterinária é muito competente, mas mito conservadora, apesar de seu marido ser cirurgião..mas ela é bastante restritiva com relaçao a cirurgia...alguem pode me dar uma luz??? sobre o que faço se insisto na cirurgia, se realmente vale a pena por conta da idade dele, se ele vai se recuperar bem por conta da idade...se é melhor ficar no paliativo (condromax) pra nào expô-lo a um trauma que nào vai surtir muitos resultados...nào sei o que fazer... obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite Alexandre. Eu teria o mesmo dilema que você. Segundo a veterinária que atende minhas meninas, não existe remédio que cure a luxação de patela. O tratamento realmente é cirúrgico. Porém ele é um animal de 13 anos como você disse e pelo que descreveu, não tem sentido dores. No cão de porte grande o peso pode agravar e uma cirurgia nos preocupa, até pela idade dele. Não sei onde você mora, mas uma outra opinião especializada poderia ajudar. Vou enviar seu email para minha veterinária de confiança e ver se ela pode nos dar uma luz. O mais breve possível volto com um parecer. Grande abraço

      Excluir
  41. Bom dia,
    estou passando pelo mesmo perrengue que vocês. Domingo estava na cozinha quando ouvi um gritinho de dor, mas foi rápido (sabe quando a gente quase pisa na patinha deles, mas não chega nem a pisar só encosta mesmo e eles dão um gritinho curto. De pois disso meu Chihuahua macho de 1 ano e 9 meses ficou levantando a patinha direita. Fiquei preocupada, mas como as vezes ele a colocava no chão e até se apoiava nela e eu tinha passado a mãe e ele não gritou, sabia que não tinha quebrado nenhum ossinho, mas mesmo assim insistir com meu marido e ele levou-o ao veterinário. Foi tirado raio-x para descartar possíveis traumas em bacia e etc... E o diagnóstico foi luxação de Patela!! Ai meu Deus, nãããããããããooooooooooooooo acredito, logo pensei, mais uma cirurgia (pois tenho um outro cão que já fez 4 cirurgias por motivos diversos, mas até então o veterinário passou só um antiflamatório por 4 dias se ele continuar a sentir dor eu prolongo o tratamento por 7 dias. Após esse período se a dor persistir vou levá-lo a clinica para vê se é caso de cirurgia. Estou rezando para que não seja, pois ele é inquieto e dengoso de mais. Por tudo ele faz um escândalo. E eu fico com o coração partido em ter q operar o bichinho.
    Se alguém puder me ajudar me dizendo como é o pós operatório eu agradeço!! Tipo, quanto tempo dura, procedimentos e etc....
    Adorei o blog.

    ResponderExcluir
  42. Olá Tatiana, obrigada por sua presença no nosso blog. Realmente é uma luta. A minha parou de mancar, mas com certeza o diagnóstico inicial de luxação da patela não se confirmou pois na maioria dos casos é cirúrgico. O melhor que faz é medicá-la, fazer o acompanhamento sempre com seu veterinário de confiança. Estou torcendo para que seja apenas um mal jeito. grande abraço

    ResponderExcluir
  43. CASSIA

    Boa noite a todos os leitores do blog. Gostaria de tirar uma dúvida com alguém que tenha experiencia com o fato ocorrido ou até mesmo se tiver algum veterinário que tenha experiencia em ortopedia ficaria grata . O pablito é um chihuahua bem esperto e danadinho chegou em casa no dia 1 de agosto de 2012 pouco tempo e já aprontando rs . Na madrugada ele sofreu um acidente caindo do sofá de minha casa as 5:30 fomos aos veterinário as 7 horas da manha e ele medicou o pablito e disse que tinha feito o exame para ver se encontrava alguma fratura e nada foi constatado , porém ele me disse que se ele não pisasse até o dia seguinte eu teria que fazer o raio x ele tinha me passado a medicação maxicam de 12 em 12 hrs 9 que é um anti - inflamatório) , e dipirona 2 gotas de 8 em 8 horas . Ele tomou a medicação correta e foi feito o exame de raio x que não constatou absolutamente nenhuma fratura , porém o pablito está mancando queria saber se é psicologico ou não sei algum tipo de trauma que ele possa ate sentido devido a dor . Desde já agradeço a todos . estou desesperada!!

    ResponderExcluir
  44. MINHA LUMA TEM 6 ANOS É UMA SRD DE PORTE MEDIO MAIS DE 15KG.ESTAVA NORMAL E D REPENTE COMEÇOU A MANCAR DA PATA ESQUERDA.PERCEBI Q SENTIA DOR AO ENCOSTAR PARA NO CHÃO E PREFERIA MANTE´LA SUPENSA.MAS DAKI A POUCO DAVA UMA CORRIDA E ESTAVA NORMAS.QDO DEITA CUSTA A COLOCAR A PATA PRA MOVIMENAR.NA H DEI DORFLEX Q RESOLVE PRA DOR ,ELA NÃO MANCA E VIVE NORMAL.LEVEI AO VETERINARIO E MANDOU DAR ANTIINFLAMTORIO DURANTE 8 DIAS 1 POR DIA, A SERIE ACABOU ONTEM .ELA ESTAVA BEM ATÉ AGORA A NOOITE,D REPENTE DEU UMA CORRIDA E MANCOU LEVEMENTE.ESTOU PREOCUPADA.JÁ ESTOU PROCURANDO CLINICA Q TENHA RAIOX VETRINARIA DISSE Q ARTROSE É RARO EM SRDS. ALGUME ETEM ALGUM ESCLARECIMENTO?
    FATIMA>>>RJ

    ResponderExcluir
  45. Olá! Gostaria de dicas... Como fazer pois hoje minha york de 4 anos operou a patela luxada esquerda e agora não sei bem como fazer para ajuda-la!! O que aconteceu com a sua??? Camila

    ResponderExcluir
  46. oie eu tenhu um pitbull tem cerca de 22 kg 6 meses muito forte e pesado ! eu com a moto parada e ele se jogou do colo da minha mulher ! e acho que machucou a perna ele consegue correr e tudo mais mais ta dando uma certa mancadinha de leve ta com pouco força nas patas traseiras ! no caso eu nao sei se ocorreu essa luxação ou se apenas machucou o musculo tem algo que eu possa fazer para ajudar meu filhote! :D Ps : PITBULL E UMA RAÇA COMUM EU AMO ELE DEMAIS ! O CAO SE TORNA O QUE OS CUIDADOS DO DONO É ! :D DIGA NAO AO CASTRAMENTO DOS PITBULLS ! :D O MEU E UM ANJINHO E AMO ELE DEMAIS !

    ResponderExcluir
  47. Olá a todos,
    Tenho uma poodle de 10 anos foi diagnosticado luxação da patela unilateral direita.
    Ela fica andando na pontinha dos pés.
    Levei ao veterinário de minha confiança e ele me disse que não tem outro remédio há não ser a cirurgia.
    Mas estou com muito medo...pois ela é cardiopata e tenho medo da anestesia.
    Alguém aqui pode me informar sobre cirurgia em caes idosos que tem problema no coração?
    Fico olhando a Sissa- minha poodle o dia todo e ela não mostra sinal de dor por causa da luxação.
    Será que realmente precisa fazer essa cirurgia? Pq se for só por estetica e ela não estiver sentindo dor não vou fazer operar ela.
    Eu a AMO demais, estou desesperada.
    Grata

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Andrea, pelo que sei o único tratamento é cirúrgico, mas quanto a anestesia, existem veterinários especialistas em anestesia e sem dúvida alguma o maior risco está nela. Sua preocupação é válida e convêm pesquisar cautelosamente o tipo de anestesia indicada nesse caso. Vou tentar ajuda com uma veterinária amiga que é especialista nessa área e retorno com uma resposta mais acertiva. Grande abraço

      Excluir
  48. Boa Tarde a todos, tenho um Spitz Alemão de 1 ano e em uma consulta de rotina o veterinário reparou em um estralinho nas patas traseiras o que diagnosticou desvio medial de patela, recomendando assim a cirurgia pois informou que qto mais cedo fizer melhor o sucesso da mesma. Meu cachorro não aparenta dor, porem ja vimos algumas vezes ele tirar a patinha do chão qdo anda, mais bem poucas vezes. Sera que o recomendado é fazer a tal cirurgia ou aguardar para ver se os sintomas aparecem com mais evidencia? Sabendo também das qualidades e valorizações de cada profissional, gostaria de saber de alguém que fez recentemente esta cirurgia qual foi o valor pago para eu ter uma ideia de um preço justo. Desde ja Obrigado.

    ResponderExcluir
  49. Boa tarde Dra. Tenho um pinscher de 3 anos de idade que a pouco mais de 1 mes comecou a sofrer de luxaçao na pata esquerda e hoje levei-o ao veterinario pois sua pata direita também foi afetada..Ele aplicou algo para aliviar a dor mas falou que só tem a cura completa com a cirurgia..gostaria que me tirase algumas duvidas...quanto aos custos, o pos operatorio e as chanses de meu cao ficar 100% curado..Grato desde ja..Att:Augusto

    ResponderExcluir
  50. Olá Lizi, amei o seu blog!! Dia 01/03 encontrei um auau poodle aparentando ter quatro anos na rua todo enroladinho, nem se mexia, tentei anima-lo, dei água e logo levantou mancando, sem conseguir por a pata no chão e me seguiu. Levei para a clinica que já estou acostumada e foi diagnosticado que ele esta com esse problema de luxação na paleta. A medica receitou anti-inflamatório, antibiótico e condroton 500 por 30 dias. A minha intenção é cuidar dele e depois por ele para adoção, pois por problema também de saúde não posso ficar com ele. Sei que vai ser difícil uma adoção responsável para ele, ainda mais agora sabendo detalhes desse problema que ele tem. Não sei o que fazer, pois não tenho condições de fazer cirurgia!! Quanto é mais ou menos uma cirurgia dessa? Será que existe outra forma dele ter uma vida mais ou menos normal e que não venha sofrer tanto? Aguardo resposta desde já obrigada.

    ResponderExcluir
  51. Pelo amor de Deus, jamais usem pomada cataflan em seus cães. Ela é extremamente tóxica para a via digestiva e pode matá-los por ulceração e sangramento estomacal.
    Por favor, não façam isso.
    Consultem qualquer veterinário sério que ele irá confirmar, ou basta uma simples busca na internet.

    ResponderExcluir
  52. Olá! Minha cachorrinha lhasa apso está passando pela 2ª cirurgia na patela. A primeira foi há 6 anos, estva ótima, correndo feito doida, e tb adora brincar de bolinha, uma goleira nata! Acho que essas brincadeiras muito constantes e em chão liso não são adequadas para nossos câes infelizmente. Temos que pegar mais leve e tomar mais cuidado. Ela já tem 8 anos e estou orando p/ que tudo corra bem, pois, a cirurgia é simples, mas, há todo os risco da anestesia que deve ser feita 2 vezes, uma p/ colocar o pino e outra p/ retirá-lo depois de 25 dias. Se eu pudesse escolher, não faria a cirurgia, mas,não posso deixá-la sofrendo, c/ o risco de luxar a outra perna, pois, se manca de uma sobrecarrega a outra.

    ResponderExcluir
  53. Estaremos torcendo pra que tudo dê certo. O Pós operatório é muito chato por causa do repouso mas se Deus quiser depois tudo será recompensado e ela ficará bem. Grande abraço e fica com Deus.

    ResponderExcluir
  54. Ola meu me chamo Ariely, tenho uma CHOW CHOW de 7 meses, ela pesa em media 25Kg e hj notei q ela estava mancando e tinha dificuldade ao se levantar do chao, estou muito preocupada com ela pois sei q essa raça tem grande chance de desenvolver essa luxaçao. Ela se chama Emilly, tenho muito medo de perde-la me ajudem por favor.

    ResponderExcluir
  55. Ola, Luciana, gostaria de uma opinião, tenho um poodle de 8 anos, hiper ativo, pula no sofá, cama, janela, pega a bolinha dele e roda a casa toda, e qnd meu esposo chega do trabalho piora tudo, corre a casa toda. Bem, dezembro de 2012 descobri a luxação da patela, qnd ele caminhava na rua, sempre andou fazendo força nas patas traseiras, querendo corre só que com a coleira, sempre teve muita força nas patas traseiras. Também caiu da janela, ai o veterinario solicitou raio x e confirmou, a luxação, displasia coxo-femural, deu melovet e condroton, melhorou, mas agora há duas semanas começou a mancar da mesma pata, estou doidinha com meu bb, dei banamine injetável e estou usando um produto novo, consequin DS, suplemento, mas continua mancando, mas ele não chora, ai não sei se sente dor ou não, qnd ver alguém passando na porta corre pula, mas não consegue subir sofá, cama, mas como é ativo fica pulando tentando. irei fazer outro raio-X, mas é necessário cirurgia? pois já me disseram que é sofrido o pós para o cão, doe muito, e ele é ativo e dengoso demais, pesa 10kg. Me ajude, estou desesperada...

    ResponderExcluir
  56. mh cadelinha operou de luxação patelar nas 2 pernas colocou parafuso na esquerda e fio na direita já tem quase 2 anos agora vive mancando com a perna no alto não quer saber de andar e sentindo muitas dores esqueci de falar a direita que ela colocou fio ele arrebentou depois de alguns meses mesmo assim o medico disse que tudo esta calcificado sera preciso tirar agora o parafuso pois ela es sentindo muitas dores não sei o que fazer obrigado se puder me ajudar nana.

    ResponderExcluir
  57. uma colega tem uma cadela com 6 anos ,que desde abril até julho já foi operada 4 vezes á rótula e acaba por partir novamente, ela até é muito sossegada está sempre deitada, como é possível será que tem os ossos assim tão fracos, agora terá que ser operada pela 5ª vez só que agora o medo é a incerteza é maior, haverá alguma forma mais sofisticada como próteses para cães?

    ResponderExcluir
  58. Olá, bom dia! Tenho um pinscher, de 06 aninhos,e com o tempo ele não conseguia mais encostar a patinha direita no chão. Levei ao veterinário e o mesmo fez um raio-x e constatou luxação na patela e disse que precisava ser operado com urgência, pois estava sentindo muita dor. Como fiquei assustada o levei em outro veterinário e este também disse que ele precisaria ser operado, mas que se não fosse não teria problema, pois se tratava de um problema muscular e que o meu cachorrinho não estava sentindo dor alguma e poderia conviver com aquilo. estou com medo de operá-lo, principalmente porque não confio no veterinário quando se trata de operação. Estou muito preocupada porque algumas vezes quando ele vai se levantar não está conseguindo andar com as patinhas traseiras, e então fico dividida entre o sofrimento do meu cachorrinho e os riscos da cirurgia, pois o acho um pouco velho para cirurgia.

    ResponderExcluir
  59. Boa noite. Na grande maioria dos casos a luxação de patela é cirúrgica e pode levar o animal a perder toda sua mobilidade, além da dor insuportável que pode acometê-lo. Se não confia no seu veterinário, leve-o a algum com boa recomendação. A situação dele pode se agravar muito mais do que já está se não houver algum tipo de tratamento. Anti inflamatórios e analgésicos serão apenas paleativos nesse caso e expor o animal por longos períodos tomando esse tipo de medicamento também não é a solução.
    grande abraço

    ResponderExcluir
  60. Minha pincher levei para uma revisao a vet disse que ela tem luxação na patela mas não pediu rx nem recomendou cirurgia disse apenasse ela mancar e pra faser cirurgia ela esta otima so foi descoberto vpor causa do exane fisico essa resposta difere das outras doblog entao gostaria de uma resposta da doutora luciana e de vc llizi obrigada pois fiquei preocupada pois em um casocomo esse nao seria certo fazer a cirurgia antes do animal sentir dor a ponto de não encostar a pata no chão

    ResponderExcluir
  61. Tenho um poodle que esta com luxação na patela ele já é idoso tem 13 anos, será que é perigoso ele fazer a cirurgia para colocar a rótula no lugar?

    ResponderExcluir
  62. gente me ajudem minha pincher tem quase um ano e ja faz 2 meses que ela está mancando a pena esquerda traseira e pior parece q adireita esta maior e mais grossa q a esquerda q ela manca oque pode ser isso ...pelo que li aki estou com medo que ela tenha que fazer uma cirurgia ,ah ela tem quase 1 ano e ainda não entrou no sio

    ResponderExcluir
  63. Boa tarde,
    tenho um Jack Russel de 5 anos (Bola Preta) que operou em fevereiro deste ano (2014) pois rompeu os ligamentos do joelho (pata esquerda traseira).
    A cirurgia foi bem sucedida (de acordo com os 3 raios x posteriores) mas até hoje (passados 7 meses) ele não está conseguindo pisar direito com a pata operada.
    Ele fez 20 sessões de hidroterapia (na água morna) e de fisioterapia tradicional e fez algumas sessões de laser.
    Alguns dizem que é medo de pisar, outros que é mudança de tempo e outros que ele sente dor. Ao tomar anti inflamatório, ele praticamente pisa normalmente. Não sei como agir.
    Não entendo se é dor ou medo mas o fato é que não sei mais a quem recorrer e já nem tenho mais dinheiro para investir em terapias (cada sessão ou aplicação de laser, no RJ, custa cerca de R$150). Também não gostaria que ele ficasse a base de anti inflamatórios.
    Alguém tem algum conselho? Será que existe algum anti inflamatório natural que ele pudesse usar no dia a dia? Tenho medo de deixar ele ficar mancando e forçar o outro lado.
    Obrigada,
    Lúcia Morais

    ResponderExcluir
  64. Olá pessoal por favor me ajudem, meu poodle foi subir na cama e bateu com a perna depois disso ele ficou mancando, tem três dias e não melhorou nada as vezes ele anda normal mais na maioria das vezes ele está mancando, estou achando que possa ser este problema com a patela pois ele já tem 12 anos e está um pouquinho acima do peso, desde já muito obrigado a todos

    ResponderExcluir
  65. Boa tarde ,tenho um cachorro da raça labrador, ele tem 2 anos e as uns 25 dias atrás foi atropelado ,levamos ele á um hospital veterinario ,teve luxação da perna esquerda traseira,passou por uma cirurgia,isso ja fazem uns 21 dias ,mas até agora nada de melhorar,entrei em contato com o médico que fez a cirurgia nele e este me pediu para que levasse ele de volta para outro raio x assim o fizemos,ele esta atrofiando os musculos da perna e precisa de fisioterapias,mas meu cão não nos deixa encostar na pata dele,não sei mais o que fazer,levo ele para caminhar todos os dias mas nada ta adiantando,alguem pode me ajudar ,meu nome é Claudia e meu email é ccmagia@ibest.com.br.
    Se puder me ajudar agradeço

    ResponderExcluir
  66. Boa tarde preciso de ajuda, tenho uma cachorrinha de um ano e dois meses que está mancando muito de uma hora para outra e sente dor na perna quando vou pegar o que pode ser. ela ficou gravida no primeiro cio e piorou e agora nem coloca a a pata no chão direito não estou em condição de pagar veterinário e além disso quase não come é um sacrificío mim ajude por favor .

    ResponderExcluir